Vale a pena parar os estudos e viajar para o exterior?

Como a maioria sabe, sou (ainda) estudante universitário. É nesta fase da vida em que se deve pensar na forma como o profissional vai se inserir no mercado, como quer atuar e quais as portas que lhes serão abertas a partir da conclusão do curso.

Mas o currículo é criado desde quando você entra na faculdade, não somente quando se forma. E nisso existem várias oportunidades bem vistas no mercado – como o intercâmbio.

No meio universitário, se questiona muito se vale a pena ir para o exterior como diferencial para o mercado de trabalho. Isso acontece porque muitas vezes o estudante deve parar estágio, pode atrasar a faculdade e perder boas chances enquanto estiver fora.

Vamos então tentar desmitificar essa ideia de que parar tudo para viajar é um atraso!

Vou parar minha faculdade.
É bem possível mesmo que você atrase a faculdade, mas pra que a pressa para se formar? Algumas vezes é melhor dar um passo para trás para depois dar dois para frente. Não veja o intercâmbio como um atraso universitário, mas sim como um avanço cultural.

Vou parar meu estágio.
Isso pode ser ruim se está prestes a ser efetivado, mas lembre-se que você voltará mais capacitado e, se sua empresa lhe reconhece como profissional, manterá as portas abertas sempre.

Vou ficar longe da minha família.
É, isso não tem o que discutir. Mas é uma relação de troca, onde você fica um tempo longe e cresce culturalmente em algo que não iria conseguir se ficasse morando em casa com seus pais. Cabe você avaliar se vale a pena.

Vou sair do mercado de trabalho.
Vai. E isso é ótimo, porque você vai voltar para o mercado com novos aprendizados e conhecimentos de idiomas. O intercâmbio é muito bem visto nas equipes de RH. Além disso, seus amigos/colegas podem estar efetivados e lembrarão de vocês quanto tiverem uma vaga aberta para o seu perfil.

Isso não são coisas que inventei, criei esses argumentos conversando com vários colegas (e hoje me arrependo de não ter feito um intercâmbio). Todo empecilho é, na verdade, uma oportunidade – desde que você saiba ver pelo ângulo correto.

BLOGAGEM COLETIVA: mitos e verdades sobre o intercâmbio

Por convite do meus amigos do blog Produzindo.net escrevi esta postagem para mostrar a forma como encaro esse tema a partir das minhas vivências no âmbito universitário. Essa ação foi uma iniciativa bacana da SBT para ajudar as pessoas a tirarem dúvidas sobre esses temas - algo que não possui muito na internet (pasmem).

Achou o tema bacana? Escreva um post também sobre o assunto no seu blog e comente o intercâmbio a partir da sua perspectiva, seja ela culinária, cultura, moda, qualquer coisa. Apenas compartilhe conhecimento, pois assim todos ganham!

Jovem é demitida por falar o que não deve em rede social

O crescimento constante de usuários em redes sociais na internet contribui para o propósito da web 2.0, que é baseada na colaboração de conteúdo e interação. Ao mesmo tempo, a carga de informações é tão grande que muitas vezes as pessoas não pensam duas vezes antes de divulgar certos conteúdos desnecessários na web.

Uma adolescente britânica chamada Kimberely Swann foi demitida por falar mal do seu trabalho no Facebook, rede social muito popular em outros países. A jovem, que trabalhava no escritório de uma empresa de marketing e logística, divulgou que seu emprego “era chato”, sem citar o nome da empresa.

A jovem de 16 anos apenas recebeu uma linda cartinha de seus superiores dizendo que, se ela não estava satisfeita com o emprego, era melhor que não trabalhasse mais lá. O dono da empresa, Stephen Ivell, disse a um jornal que é muito importante que toda a equipe trabalhe junta em harmonia, e que tomou a atitude certa. O chefão ainda lamentou que a empresa não tenha cumprido as expectativas de Kimberely e desejou sucesso a ela.

Se no Brasil a rede social mais popular é o Orkut, no resto do mundo quem faz esse papel é o Facebook, que em julho desse ano já contava com mais de 250 milhões de usuários em todo o planeta.

Se for escrever algo que não é para ser lido por qualquer pessoa, por favor, utilize um Diário, e não uma rede social.

6/9 = Dia do Sexo


Existe dia do Leitor de Cartões (21/2); dia Internacional da Apreciação de Biscoito para Cães (23/2); dia da Toalha (25/5); dia Mundial de Lavar as Mãos. Porém, existe uma coisa útil e que praticamente todas as pessoas no mundo fazem, já fizeram ou vão fazer: sexo.

Pensando em enaltecê-lo, os preservativos Olla encabeçaram uma campanha para a criação do Dia do Sexo. O objetivo é prestar um reconhecimento àquele ato que concebe toda a vida humana (veja no vídeo abaixo).

A sugestiva data escolhida para a comemoração é 6/9, em alusão ao tradicional “meia-nove”. A campanha publicitária partiu da agência Age, que está seguindo uma estratégia de divulgação que conta com a distribuição para um mailing seleto de um kit composto por boné, adesivo, camiseta, e o produto em si.

A iniciativa culminará no Dia do Sexo Celebration, uma balada que ocorre na madrugada de 6/9 na praia de Maresias (SP). Com shows sensuais de Pin Ups e um Dj internacional, a festa é aberta para quem fizer a melhor frase e postar no site .

O hotsite da ação é bem claro quanto ao seu posicionamento: "sexo é música, sexo é dança, sexo é muito mais do que um ato. Ele é prazer, amor, vida. E é por esta importância que nós estamos propondo a criação do Dia do Sexo". Confere o vídeo aí.



Sugestão de Marcos Pretto.

Tênis ajuda a melhorar saúde e a emagrecer

Na atual sociedade, a coisa mais comum do mundo é as pessoas “não terem tempo”. Está certo, isso é só mais uma desculpa para a desorganização de cada um. Mesmo assim, ainda existem pessoas que cada vez mais querem otimizar os períodos que possuem no seu dia, aproveitando o café da manhã para ouvir notícias, o ônibus para ler, e por aí vai.


Agora, já imaginou melhorar sua postura, circulação sanguínea e perder peso apenas caminhando até o trabalho? A marca americana Skechers pensou nisso e lançou a linha de tênis “Shape-ups”, que chegou ao Brasil há pouco.

Conforme a criador, ao caminhar com o calçado, o usuário sente como se o calcanhar entrasse para dentro do chão – similar a quando se caminha na areia. Com a ponta dos pés mais elevadas que o resto, o andarilho tem de fazer mais força para se manter equilibrado, o que exige um esforço um pouco maior que o comum.

Com o tênis, músculos dos glúteos, pernas costas e abdômen são trabalhados, oferecendo um maior tônus muscular – além de estimular outros que não eram utilizados na caminhada. Além disso, o calçado também pretende diminuir o impacto nas articulações e na parte inferior das costas.

Claro que tudo isso (se funcionar mesmo) tem um bom preço (bom pra empresa). A linha com esta tecnologia oferece quatro modelos femininos e dois masculinos. Os preços sugeridos vão de R$ 329,00 a R$ 369,00. Maiores informações pelo telefone (11) 3894-4100. Mas talvez você nem “tenha tempo” de ligar...

Estudo prova que sexo relaxa homens e desperta mulheres


São pouquíssimas as coisas no mundo que são prazerosas e ao mesmo tempo saudáveis. Neste aspecto, existem duas atividades muito boas que se destacam: sexo e sono. Porém, somente separadas, pois juntas podem acabar em morte.

Grande parte das mulheres se irrita com seus parceiros que, após o ato sexual, querem se virar para o lado e dormir inocentemente. Para bater contra isso, um estudo do diretor da Unidade de Alterações do Sono do Hospital Geral da Cataluña (Espanha), Eduard Estivill, comprova: fazer sexo antes de dormir tem efeito contrário em homens e mulheres. As mulheres despertam, enquanto os homens relaxam.

O estudo do médico Estivill concluiu que os homens têm o processo de descanso acelerado após chegar ao orgasmo, enquanto a mulher permanece estimulada por mais tempo. Para uma pessoa levantar bem e disposta, ela deve ser acordada aos poucos. Neste ponto, é bom ser acordado com carícias e beijos, para um despertar mais saudável.

“Amor, toma um copo de leite que dá sono...”


E dá mesmo! Conforme a pesquisa, o leite contém um aminoácido que ajuda o cérebro a secretar a quantidade necessária de melatonina, o hormônio do sono.

Mas o professor afirma: dormir bem é um aprendizado. Pegar no sono é muito mais uma questão de técnica ou habilidade do que uma decisão espontânea. Afinal, quem não sabe o que lhe dá sono?

Estresse e ansiedade são sensações que atrapalham para dormir (nenhuma novidade). O ideal é se desligar de tudo antes de ir para cama, para não levar assim os seus problemas o que pode causa uma dificuldade de dormir. Ver TV ou tomar um banho podem ajudar. Passar cremes antes de dormir também ajuda a relaxar, pois quando deitamos na cama, o cérebro secreta o hormônio que repara os tecidos da pele – que é o mesmo que ajuda no crescimento físico e mental das crianças.

Fim da enquete

- 50% acha que o layout tá cachorro;
- 33% acha que está tudo mundo bom;
- 11% acham que está tudo péssimo.

Ok, vou arrumar esse layout.
Obrigado por ter participado!

O que são as Indicações Geográficas?

Os espumantes de Champagne. Vinhos de Bordeux. Charutos Cubanos. Café da Colômbia. Tequila do México. Só coisa boa. Mas qual a semelhança entre estes produtos? Todos possuem uma Indicação Geográfica.

As Indicações Geográficas podem ser denominadas como a identificação de um produto ou serviço como originário de um local, região ou país, quando determinada reputação, característica e/ou qualidade possam ser vinculadas essencialmente a esta sua origem particular.

No Brasil, o Instituto Nacional da Propriedade Industrial (INPI) é o órgão responsável por outorgar as Indicações Geográficas. O Rio Grande do Sul possui três das cinco Indicações Geográficas do Brasil, mas já encaminhou outras três ao INPI para aprovação, que são os Doces de Pelotas, o Arroz do Litoral Norte Gaúcho e os Vinhos de Montanha de Pinto Bandeira.

Dos dias 24 a 27 de junho, ocorre em Teruel (Espanha) a IV Assembleia Mundial da ORIGIN – Organization for an Geographical Indications Network, entidade que congrega as principais Indicações Geográficas no âmbito mundial. Na oportunidade, uma empresa brasileira apresenta o caso do Couro Acabado do Vale dos Sinos, quinta Indicação Geográfica referendada no Brasil. O objetivo da Assembleia é a discussão das formas de melhor proteção das Indicações Geográficas ao redor do mundo, além dos caminhos de maior agregação de valor a estes produtos, considerados especialidades. Serão três dias dedicados a palestras e discussões.

Concurso culinário avaliará indicações Geográficas Mundiais

Durante a IV Assembléia da ORIGIN, ocorre um concurso gastronômico com produtos de Indicações Geográficas de todo mundo. Os pratos serão feitos por cinco Chefs espanhóis e posteriormente serão julgados por um júri formado por três dos mais renomados Chefs espanhóis. O resultado será divulgado durante a Assembleia. Participam pelo Brasil os Vinhos do Vale dos Vinhedos, a Cachaça de Paraty e o Arroz do Litoral Norte Gaúcho, que está aguardando a chancela do INPI para ser a primeira Denominação de Origem do Brasil. Essa boia vai tá bem boa, hein.

Sobre o blog

Oferecer conteúdos interessantes voltados para o público jovem, com linguagem clara e objetiva.